Estudantes criam plataforma com preços populares para consultas médicas

Consultar com um médico especialista ficará mais fácil e mais barato em Pelotas graças à criação do site Fácil Consulta – facilconsulta.com.br. Criada por dois acadêmicos do curso de Administração da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), a plataforma oferece consultas diárias para 13 especialidades médicas, com preço médio de R$ 135. A plataforma entra no ar nesta segunda-feira 20) e já poderá ser acessada por interessados. 
A ideia dos acadêmicos de Administração, Ramiro Martins e Patrick Goulart, nasceu após muita pesquisa de mercado, quando chegaram à conclusão de que médicos poderiam cobrar mais barato por consultas particulares e ainda assim ter um lucro acima de 100% em relação ao valor pago por planos de saúde. “Não é só o médico que sai ganhando em ser parceiro da plataforma. Pacientes também têm um benefício grande porque deixarão de pagar cerca de R0, preço médio de uma consulta particular, para pagar de R$100 a R$150”, explica Martins. 
Um dos diferenciais da ideia dos dois estudantes é não ofertar descontos por profissionais, e sim fixar um valor único para cada especialidade, além de também apostar na qualificação dos médicos cadastrados. “O preço das consultas tem um valor fixo por especialidade para não criar um mercado dentro do site. Queremos que o paciente escolha o profissional por sua qualidade e não apenas pelo valor da consulta”, comenta Martins.
Para ajudar na escolha do especialista, a dupla disponibiliza um cadastro completo, com fotografia e descrição do profissional, especialidade em que atua e registros em entidade de classe. A possibilidade de realização de avaliação do profissional é outra aposta da plataforma para fidelizar os clientes. 
No entendimento da dupla, uma das formas de encontrar bons profissionais é através das indicações de amigos. “O site pode cumprir esse papel. Criamos essas avaliações para substituir as indicações”, explixa Martins. As avaliações ainda gerarão feedback, tanto para os médicos quanto para os administradores da ferramenta.
Espaço para o desenvolvimento do projeto 
A disciplina de Empreendedorismo, ministrada no primeiro semestre do curso de Administração, tem sido a estimuladora para a criação de novas ideias dentro da UCPel. O site Fácil Consulta foi concebido dentro da sala de aula, mas naquela ocasião em um formato diferente, mais voltado para o agendamento da consulta. “Apresentamos essa ideia no final de disciplina e fomos convidados pelo Ciemsul – Centro de Incubação de Empresas da UCPel – para desenvolver a ideia no formato de incubação”, conta Martins.
Com o apoio do Ciemsul, ao retomar o projeto, a dupla resolveu conhecer de forma mais aprofundada o mercado médico em Pelotas. Foram cerca de 200 entrevistas com profissionais para chegar à conclusão que os consultórios não precisavam de mais pacientes que fossem usuários de convênios. “Ao ir ao mercado, descobrimos que a ideia não era aquela”, reforça Martins. Conforme Goulart, o projeto se voltou a propor uma remuneração maior do que a ofertada pelos planos de saúde, porém com um preço inferior ao praticado nas consultas particulares. 
Atualmente, 20 profissionais já são parceiros da plataforma. Eles não precisaram pagar nenhum valor para aderir ao Fácil Consulta. A remuneração do site se dá através de porcentagem paga por cada consulta. Usuários também não têm nenhum custo em acessar a plataforma. Para agendar uma consulta, é necessário apenas o fornecimento de dados como nome, e-mail e telefone.   
Inicialmente, a plataforma possui médicos localizados em Pelotas, mas o objetivo da dupla é expandir o site para todo o território nacional, começando por cidades pertencentes à região metropolitana de Porto Alegre. A inclusão de outros profissionais da área da saúde e a realização de busca por médico através do sintoma da doença estão nos planos dos dois diretores da ferramenta.  

foto da notícia